sexta-feira, janeiro 05, 2007

Entrevista com Talia Shire

Para ampliar qualquer imagem do blog, clique sobre ela.

No sexto filme da série Rocky, o pugilista não tem do lado o seu amor, Adrian. Sylvester Stallone diz que foi dificílimo tomar a decisão de matar a personagem (se você viu o trailer, sabe que Adrian não aparece no filme) - ele argumenta que o roteiro não tinha nenhum gancho dramático mais forte do que esse. Pois agora é a própria Adrian, a atriz Talia Shire, que comenta a perda.

"Sly sabia que eu tinha perdido meu marido [o produtor Jack Schwartzman] recentemente, e veio me mostrar o roteiro. Quando Jack estava vivo, nós produzíamos muitos filmes, então eu estava um pouco afastada da atuação. Eu estava ciente de que Adrian poderia morrer no filme. Minha presença não era tão interessante quanto a maneira como Sylvester faria para retomar a história de Rocky. Na verdade, eu estava me perguntando que diabos ele faria para justificar o retorno de Rocky ao ringue", disse ela ao jornal USA Today.

Talia já viu o filme, e comenta. "Eu explodi no momento da luta, porque senti que aquela luta era realmente sobre um homem encarando o tempo, o amor e a coragem. Adrian não estava lá, mas ela era muito uma parte de Rocky. O filme tem muito respeito pelo processo do luto. E Sly usa o luto para fortalecer Rocky, e Adrian se torna quase mítica."

Rocky Balboa foi roteirizado, dirigido, produzido e estrelado pelo próprio Stallone. O filme estréia no Brasil em 9 de fevereiro.

Feed
Assine o RSS, curta no Facebook ou cadastre seu e-mail para receber as próximas novidades sobre este(s) assunto(s)!