quinta-feira, fevereiro 11, 2010

Os Mercenários é exibido em Los Angeles e é duramente criticado por colaborador do AICN

Na última terça-feira (9), rolou em Los Angeles, a primeira exibição oficial do novo filme de Sylvester Stallone, The Expendables (Os Mercenários). Com a presença de um grande número de pessoas, entre fãs e jornalistas, a exibição tinha como objetivo avaliar a opinião do público, para com isso poder modificar posteriormente o longa, que só estreia em agosto. Atualmente, Expendables não está totalmente editado, e, para se ter ideia disso, nesta exibição o filme foi exibido com mais de 3 horas de duração. Porém, mesmo se tratando de uma amostra, que ainda será modificada e finalizada, o filme foi duramente criticado (criticado mesmo) por um colaborador do AICN (denominado de "The Recruiter"), que em certo trecho do seu texto, diz: "Um filme perfeito... para 1985". E isso é apenas o inicio.

A crítica começa dizendo que Stallone sofre por ser muito dedicado aos anos 80. E para deixar os fãs do nosso querido Sly ainda mais enfurecidos, "The Recruiter" diz que, com esse filme, Jean-Claude Van Damme tomou uma decisão sábia ao recusar um papel. Segundo ele, Stallone não liga para as mudanças que ocorrou no cinema nos últimos 20 anos, e com isso, realiza cenas em que ainda é possivel ver uma pessoa fugindo de uma chuva de balas sem ser atingido por nenhuma delas. Para tentar amenizar um pouco a situção, "The Recruiter" dividiu seu texto colocando aspectos positivos e negativos. Do lado bom, ele destaca a performance de Jason Statham e Charisma Carpenter, além da comédia executada por Jet Li. Porém, ele não desistia de criticar, e mencionou que a trilha sonora estava se encaixando bem com as cenas, exceto a cena final, que foi acompanhada por uma horrível canção, e zomba: "Survivor ainda está fazendo trilhas sonoras?". E a tão esperada cena de Stallone, Bruce Willis e Arnold Schwarzenegger? Bem.. "The Recruiter" diz que foi uma cena curta, de apenas 5 minutos, aonde é possível dar algumas risadas. Porém, faz mais uma "piadinha": "Arnold está parecendo um vovô".

Quando ele começa a citar o que achou de ruim no filme, aí ele começa a perder o senso mesmo. Ele diz que o humor é terrível, cheio de piadas fracas, que fará com que os criadores de Espartalhões pareçam gênios. Porém, o pior ainda estava por vir. "The Recruiter" critica cruelmente o fato dos mercenários nunca correrem um "perigo verdadeiro". Segundo ele, não era preciso que Stallone matasse alguém no roteiro, porém, o filme tem o título de "Os Dispensáveis" (tradução livre), e assim, esperava mais violência, algo como uma guerra. Porém, não tem nada disso, e ele termina seu parágrafo com a seguinte afirmação: "Talvez o título é para ser irônico... oh inteligente Sr. Stallone". Por fim, "The Recruiter" diz que o filme não faz nenhuma tentativa em obter um público feminino, e finaliza: "Um filme perfeito... para 1985".

AICN

Feed
Assine o RSS, curta no Facebook ou cadastre seu e-mail para receber as próximas novidades sobre este(s) assunto(s)!