quarta-feira, junho 01, 2011

Depois de vários anos, Stallone começa a tirar o "Rocky Musical" do papel

De acordo com o blog Arts Beat, do New York Times, depois de oito anos, Sylvester Stallone tirou o projeto do musical “Rocky” do papel. A proposta do ator é levar o espetáculo para a Alemanha no segundo semestre de 2012 e para a Broadway no primeiro semestre de 2013. Stallone detém os direitos sobre a história, que estreou no cinema em 1976. A produção é feita em parceria com a produtora Meehan Darwall, que já foi premiada com o Tony pelos espetáculos “Hairspray”, “Os Produtores” e “Annie”. “O projeto começou há anos e tem sido um longo período de gestação. Mas agora ele está aí e é um trabalho que estamos realmente orgulhosos”, diz Meehan. "Houve uma preocupação no início de como fazer um musical com uma imagem de boxe. Algo como ‘Você poderia fazer Rocky cantar e dançar?’. Mas quando nós fizemos a leitura, as pessoas ficaram muito impressionadas, então seguimos em frente”, conta a produtora.

Meehan ainda explica que a idéia é que o musical use uma orquestra pequena, com uma produção pequena e apenas cinco personagens principais. Stallone colabora com a adaptação e produção artística, mas não pretende participar do elenco.
"No começo pensei 'o que todo mundo precisa é de um ‘Rocky, o musical'", explica Meehan. "Então eu olhei para o filme. Ele tinha uma bela construção e emoção tão alta, era um musical natural: Há uma história de Davi e Golias, uma história de Cinderela, uma história de amor entre dois marginais. É menos sobre boxe do que sobre encontrar o auto-respeito e encontrar a sua alma gêmea".

entretenimento.uol.com.br

Feed
Assine o RSS, curta no Facebook ou cadastre seu e-mail para receber as próximas novidades sobre este(s) assunto(s)!